Aluísio Carvão - Artista | Almeida & Dale

Aluísio Carvão

Belém – Pará, 1920 Poços de Caldas – Minas Gerais, 2001

Pintor, escultor, ilustrador, ator, cenógrafo e professor, em 1959, Aluísio Carvão foi um dos signatários do Manifesto Neoconcreto, por Ferreira Gullar. No mesmo ano, participou da primeira exposição do grupo Neoconcreto, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM/RJ). Nomes como Amílcar de Castro, Franz Weissman, Lygia Clark e Lygia Pape formaram parte do grupo carioca.

Nascido em Belém do Pará, Aluísio fez parte do Grupo Frente, entre 1953 e 1956, o que mais tarde se tornaria a semente do neoconcretismo. Participou nas principais exposições relacionadas ao neoconcretismo brasileiro, como a primeira Exposição Nacional de Arte Abstrata, em Petrópolis; as exposições do Grupo Frente, em São Paulo, em 1956 e no Rio de Janeiro, em 1957.

Em 1963, após retornar de um período de estudos na Europa, sobretudo na Alemanha, Carvão recebeu o posto de professor no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM/RJ) e na Escola de Artes Visuais Parque Lage. De 1966 até 1979, trabalhou como artista gráfico e designer industrial - assim como muitos concretistas, produzindo pôsters, capas de livros e até mesmo selos -. Tomou parte na mostra coletiva da Nova Objetividade Brasileira no MAM/RJ em 1967, um marco envolvendo as belas artes no Brasil.

Suas pinturas são um exemplo perfeito do pensamento contretista, incorporando estruturas racionais e objetivas em conjunto com figuras rigorosamente geométricas em composições que revelam sua maestria do ritmo visual e as tensões atingidas pelos fortes contrastes

Claroverde, 1959

óleo sobre tela
90 x 78 cm

Sem título, 1950

óleo sobre chapa de madeira industrializada
40 x 40 cm

Composição em vermelho e preto, 1950

óleo sobre tela
59,5 x 59,5 cm

Segunda a sexta-feira das 10h às 18h
Sábado das 11h às 16h
Exceto feriados

+55 11 3882 7120
galeria@almeidaedale.com.br

Rua Caconde, 152 – 01425–010
São Paulo – SP